Cidade de criptomoedas do cantor Akon não saiu do papel

A cidade de criptomoedas da cantora Akon não sai do papel | Livecoins

Muita promessa foi feita pelo cantor Akon sobre uma cidade no Senegal, da qual seria a primeira no mundo totalmente conectada ao mercado de criptomoedas.

Essa ideia encheu a população local de esperança, vendo como a tecnologia e o novo meio financeiro levariam inovação e emprego para uma região -que não tem nem mesmo o menor acesso a serviços vislumbrados por Akon.

De origem senegalesa, a cantora chegou a anunciar o projeto de uma criptomoeda com seu nome, a AKoin, cujo objetivo era trazer esperança para a África, um continente arrasado por guerras civis e grande desigualdade social.

Em 2020, Akon chegou a dizer que criaria uma cidade futurista da qual seria o “Wakanda” do futuro. Mas, apesar de ter alvagens de funcionamento, o projeto ainda não saiu do papel.

Cantor Akon comentou sobre projeto da cidade com criptomoedas e desapareceu, afirma a população do Senegal

De acordo com o site africaNews, depois de conseguir a alvará de funcionamento, o cantor Akon veio inaugurar sua cidade, colocando uma pedra do solo zero no local onde ele planejava construir arranha-céus.

Muitas pessoas já planejavam, então, começar a trabalhar no projeto, uma vez que geraria emprego e renda para a população local. No entanto, o mato já tomou conta da pedra fundamental instalada e, como ironia, até já viu um cartaz preso na rocha após o abandono do projeto.

O projeto visionário seria apenas um sonho?

Um operário de turismo na região disse que o projeto foi inaugurado com muitas promessas, mas quase nada foi feito no site ainda, mesmo depois de um bom tempo do anúncio.

O chamado projeto de Akon City teria um projeto inspirado na história em quadrinhos da Marvel, sendo um farol de inovação em território africano.

A cidade com o nome do cantor Akon ainda seria a primeiro do continente a trabalhar apenas com criptomoedas, algo que despertou a atenção dos investidores de criptomoedas para o cenário promissor.

Mesmo assim, depois de sua suposta inauguração, em 31 de agosto de 2020, nada saiu do papel até hoje, deixando a população local desanimada.

Mais de 4 bilhões foram reunidos para construção do projeto

O orçamento de Senegal ao longo de todo o ano de 2020 todo foi de 7,5 bilhões. Com uma população estimada em 16 milhões de pessoas, 40% vive abaixo da linha da pobreza, informou o Banco Mundial.

No entanto, o projeto do cantor para sua cidade fantástica e moderna já teria arrecadado 4 bilhões-ou seja, mais da metade do orçamento do país inteiro por um ano. O principal investidor da ideia era-e é-um empresário queniano, como ele alegou o relato que cobria o caso.

Com várias pessoas da região desiludidas, a equipe da AFP tentou contato com Akon e seus assessores de comunicação, mas não obteve resposta sobre o caso.

Mesmo assim, uma das autoridades de construção da cidade declarou que as obras devem começar em outubro, após a rescisão de outro trabalho similar que está em curso no Quênia.

Dessa forma, os senegaleses acompanham de perto o caso. Afinal, alguns ainda têm esperança de conseguir uma vida melhor naquela cidade.

Siga os Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp