Bitcoin cai após atingir US$ 50 mil e criptomoedas acompanham queda. XRP sobe 0,92% e SHIB sobe 1,99% em 24 horas

Bitcoin cai após atingir 50 e as criptomoedas seguem em queda. XRP sobe 0,92% e SHIB sobe 1,99% em 24 horas

Depois de ultrapassar a casa dos 50 durante o fim de semana, Bitcoin cai e volta a empurrar o preço das criptomoedas restantes para baixo. Entre as 10 principais moedas do mercado, apenas a XRP manteve seu saldo positivo nas últimas 24 horas, de acordo com os dados da CoinMarketCap.

O preço de Bitcoin na manhã desta segunda-feira (13) foi de 48.769 no 8h. Apesar da leve queda de 0,36%, o BTC manteve o saldo semanal positivo. A alta acumulada na semana foi de 2,89%.

Ether, a moeda nativa do blockchain Ethereum, chegou a cair cerca de 0,3%, atingindo o preço de 4.010. Em uma situação um pouco mais crítica do que o BTC, o acumulado da última semana chegou a 1,12% apenas.

Além disso, moedas como a Binance coin, Solana, Cardano, Polkadot, Terra e Avalanche também caíram entre 0,4% e 1%. Entre as moedas do topo de mercado, apenas a XRP subiu 0,92% para 0,82.

Entre as moedas meme, o Shiba Inu se destaca com alta de 1,99%. O preço atual do SHIB é de 0,00003479.

O destaque de avaliação para o token REV, da plataforma Revain baseada em Ethereum. Em menos de 12 horas o token já valorizou 33,94%, chegando ao preço de 0,01249.

A capitalização do mercado global de criptomoedas caiu 0,63% nas últimas 24 horas para 2,24 trilhões. No entanto, o volume total de mercado aumentou 5,17%, para 72, 95 bilhões.

A Islândia recusa criptomoedas devido aos riscos de fornecimento de energia e água

O déficit de eletricidade na Islândia levou a empresa líder de serviços públicos de energia elétrica do país, Landsvirkjun, a cortar a oferta para alguns dos clientes mais intensivos.

Algumas empresas do setor industrial, além dos mineiros Bitcoin ficaram sem energia e foram rejeitadas para reltinhos. Os contratos de usuários privados com alta demanda também foram cancelados e o fornecimento de energia interrompeu.

A Islândia vive uma das maiores crises de energia do país, causada pelos baixos níveis de reservas na hidrelétrica e pela grande demanda da indústria do país.

A migração de empresas de mineração de criptomoedas após a proibição de países como China e Cazaquistão também são listados como possível causa de agravos.

Além da Islândia, outros países nórdicos também levantam preocupações sobre os altos níveis de uso de energia elétrica no país. De acordo com relatos de países como Suíça e Noruega, a alta demanda é causa, também, para a abertura de novos mineiros de criptomoedas.

Em novembro, os reguladores suecos pediram a proibição de criptomoedas de mineração em toda a União Europeia, mas até hoje nada foi decidido.

Leia também: A idade de Rust redefine roteiro de jogo após a saída de Steami

Leia também: Liga Profissional de CS: GO vende skins na NFT por até 0,15 ETH

Leia também: Bill Gates destaca que nos próximos três anos as reuniões serão apenas no metaverso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Anyswap

Anyswap

Em uma mensagem veiculada em uma transação, ele explicou como seria o retorno: 80% das criptomoedas retornariam às vítimas e 20% permaneceriam como ele, como uma espécie de Seu anúncio lê: ” White Hat aqui, me mande a transação…

Venda de NFT do metaveso Mars4 levanta mais de US$ 250 mil em um dia

NFT venda de metaveso Mars4 arrecada mais de 250 em um dia

Os NFTs no Mars4 representam terrenos geograficamente exatos na face de Eles foram criados com dados da NASA e de outras agências espaciais para serem renderizados virtualmente em gráficos Além disso, os NFTs são lançados como parte de…

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp