Bitcoin dispara e rompe os "temidos" US$ 50 mil   Livecoins

Bitcoin dispara e quebra o ” temido ” 50-Livecoins

O preço da Bitcoin voltou a subir com força no mercado nas últimas 24 horas, quebrando assim a barreira psicológica de 50.

Vale lembrar que no início do mês de setembroo Bitcoin também operou acima dessa marca. No entanto, depois de alguns dias em alta no último mês um novo crash de mercado acabou levando a cotação da moeda para 39.600.

O mês de outubro também se inicia com movimento de volatilidade, mas com os preços voltando a valorizar para pontos importantes de atenção.

Bitcoin volta a subir e quebra os temidos 50

A comunidade Bitcoin viu o preço da moeda digital subir várias vezes para a região de 50 e voltar, causando receio de que esta seja uma forte zona de resistência a preços no mercado.

No entanto, o Bitcoin mais uma vez rompeu a marca em um forte movimento ascendente que começou já no final de setembro e se manteve até as últimas 24 horas.

Em alta de quase 6% horas contra o dólar, Bitcoin segue cotada em 50.100,00, operando em alta que ultrapassa Ethereum e Cardano, principais criptomoedas alternativas do mercado, que valoram 3,5% e 2,9% respectivamente.

Já comparado com a moeda brasileira, o Bitcoin segue cotado em R$ 272.057,40, com forte alta de 7,06% nas últimas 24 horas. Esse movimento fez com que, nos últimos sete dias, o preço do BTC no Brasil subasse 15%.

No Real, o volume de negociação de Bitcoin nas últimas 24 horas foi de R$ 301.656.701,32, ou ainda 1.130 BTC.

Mercado deixou de temer com preço de Bitcoin

Valeu a pena lembrar que na última semana o mercado ainda registrou um medo extremo com a queda do Bitcoin sendo analisada atentamente pelos traders de mercado.

No entanto, com a nova alta do mercado, principalmente com o retorno do Bitcoin ao subir acima de 50, o mercado deixou sua posição neutra da última segunda e começa esta terça-feira (5) com otimismo.

Índice de medo do Bitcoin volta a sair do medo no dia 5 de outubro de 2021O índice de medo do Bitcoin volta a sair do medo em 5 de outubro de 2021 / Crédito: Alternative.me

Aquele grau de otimismo de fato não era visto desde o início de setembro, quando o preço do Bitcoin também tinha subido acima dessa importante barreira psicológica.

Vale lembrar que a cotação no Brasil é ajudada também pela alta do dólar, que voltou mais perto dos R$ 5,45, devido aos temores políticos e econômicos nacionais que levaram os investidores a apostar na moeda norte-americana.

Siga os Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp