Calmaria no mercado cripto apesar de recordes de preço   Livecoins

Calmaria no mercado de criptomoedas apesar do preço recorde-Livecoins

Há um ano começou o grande movimento no mercado de criptomoedas com uma alta crescente no preço da bitcoin. No final de novembro do ano passado a maior criptomoeda do mundo atingiu os 20 pela segunda vez na história, após o último ciclo de alta em 2017.

Em fevereiro deste ano o bitcoin já atingia picos de 58, onde já era observado bastante euforia no mercado-as instituições começaram a entrar e na mídia só falavam dos altos máximos históricos no mercado de criptomoedas.

Seguindo a grande correção do mercado, em maio deste ano, que era de 50%, o bitcoin chegou a cair para perto dos 29.000, depois de atingir o top 65.000, começamos a entrar em um mercado mais “quieto”, apesar da bitcoin se valorizar lentamente ao longo dos últimos meses, temos um enorme silêncio no mercado.

Sem euforia

Recentemente bitcoin atingiu uma nova alta histórica de 69.000, não houve nenhuma dica de euforia até agora, apesar de continuar no ciclo de alta, podemos notar que o número de endereços ativos teve seu pico nos meses de fevereiro, abril e maio, que foram os meses em que o bitcoin foi “caro”, com preço acima de 50.

Se observarmos um outro gráfico, que nos mostra o números de novos endereços, notamos certo padrão entre eles, onde os picos também ocorrem nos meses de fevereiro até maio, isto indica a razão pela qual ainda não temos nenhuma euforia, apesar de novos registros do bitcoin, como indica que a maioria entrou no mercado “vendido”.

imagem16-11-2021-12-11-58

Bitcoin para cima, novos endereços em baixa

Apesar da bitcoin atingir novos picos de preços, novos números de endereços têm estado na baixa desde outubro do ano passado, ou seja, apesar dos preços elevados, o número de novas pessoas que entram no mercado é baixo.

O especialista em análise On-Chain, Gabriel Cordeiro concorda com a tese:

“Não temos nenhuma euforia no mercado, nos 65.000 tínhamos euforia, só que não estava em níveis históricos e atualmente não temos nada euforia.”

Ele adicionou dois indicadores, de acordo com ele a contagem de transações ainda não atingiu a top linha vermelha, muitas transações significam euforia (top of 2017 e 2019).

A média de moedas transferidas por transação começou a subir e bater novas altas desde o mínimo do ano, em 29.000.

imagem16-11-2021-12-11-58

De acordo com Gabriel Cordeiro, comparando ambas as métricas, não houve uma média alta de moedas transferidas durante o topo em 65.000, mas ocorreu após a correção em 30.000, isso significa que a moeda não passou por uma grande troca de mãos quando chegou a 65.000.

Altcoins vindo a preços históricos

Se observamos algumas altcoins como Solana, veremos que nos últimos meses eles tiveram uma valorização muito maior do que em maio, apesar de suas aplicações crescentes no ecossistema, as altcoins tendem a seguir a avaliação da bitcoin em todos os ciclos.

Assim, entre outros altcoins se valorizando, até mesmo as chamadas” memecoins ” tiveram valorizações novamente após a correção de maio, mas não há indícios de euforia no mercado ainda.

O que podemos esperar para os próximos meses é uma grande euforia no mercado acompanhado com novos preços históricos de bitcoins, pois enquanto atravessamos o ciclo alto lentamente.

Compre Bitcoin em Coinext Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretagem mais segura do Brasil. Cadaselhe-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.

Siga os Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Após banir criptomoedas, China mira o Metaverso

Depois de proibir criptomoedas, China mira Metaverso

Depois que se tornou “destaque” da criptomoeda, a China agora parece que quer exercer o mesmo tipo de pressão no mercado de NFTs e no O Banco Popular da China, PBoC, falou ao National Financial Security Summit sobre sua…

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp