Conteúdos exclusivos dos Mamonas Assassinas viram NFTs e são leiloados

Conteúdo exclusivo do Mamonas Assassinas viram NFTs e são leiloados

Conteúdos inéditas da icônica banda brasileira Mamonas Assassinas serão leiloados sob a forma de tokens não fungíveis, ou NFTs. A iniciativa é da plataforma de música da NFT Phonogram.me, uma das pioneiras deste setor no país. A série de leilões acontecerá no próximo sábado (10) e incluirá:

  • Os direitos relacionados de execução pública de “Pelados em Santos”, uma das composições mais bem-sucedidas da banda;
  • Os 3 milhões-de-os 3 milhões de dólares vendidos-do álbum Mamonas Assassinas;
  • The LP’s No. 1 album Utopia e
  • Um manuscrito inédito do vocalista da banda, Dinho.

De acordo com Phonogram.me, não haverá valor mínimo para início das transações. Ou seja, o leilão dos NFTs será de free throws.

Itens inéditas do Mamonas Assassinas viram NFT

Os Mamonas Assassinas nasceram como banda Utopia em 1989. O grupo consistia em Dinho, Bento Hinoto, Jules Rasec, Jules Rasec, Samuel Reoli e Sérgio Reoli.

Um pouco tempo depois, eles passaram a se chamar Mamonas Assassinas e se transformaram em uma banda irreverente que marcou a geração dos anos 1990.

O primeiro Mamonas LP foi um sucesso e se tornou o best-seller na história da música brasileira.

Além disso, a banda ganhou o recorde mundial de best-seller em menos tempo: 3 milhões de cópias em menos de um ano e o recorde brasileiro de vendas em um só dia: 25 em 12 horas.

A banda de sucesso meteórico deu um fim em 2 de março de 1996. Nessa data, o avião que transportava o grupo depois de um show chocou-se contra a Serra da Cantareira, em São Paulo. Todos morreram no acidente e o Brasil foi para o luto.

Mesmo assim, os Mamonas seguem fazendo sucesso até os dias de hoje. Prova disso é que nas plataformas de streaming, a banda tem mais de meio milhão de ouvintes mensais. Agora, os fãs terão a oportunidade de adquirir itens históricos do grupo. 

Quem arrebatar o NFT do vinil nº 1, por exemplo, receberá o registro virtual da obra de arte e o direito ao LP físico do álbum de best-sellers 9º da história no Brasil. O NFT do vinil de Utopia também contempla a obra virtual, conforme informado pelo Phonogram.me.

O leilão também incluirá 10% dos direitos de execução pública relacionados da música “Pelados em Santos”. Isso significa que o comprador de NFT vai henna ser monetizado a cada execução pública da música.

NFT’s Buyer participará do filme Mamonas Assassinas

Outro item de standout é o manuscrito original de uma pegadinha por Dinho, que escreveu a canção “Plâsh” na forma como pronunciou as palavras inglesas.

O NFT inclui a letra da canção em formato digital e dá ao comprador o direito de participar como destaque do filme Mamonas Assassinas, que será produzido no segundo semestre deste ano.

” A banda Mamonas Assassinas nos trouxe a oportunidade de inovar ainda mais neste cenário pouco explorado pelo mercado de NFTs: integração da compra de um produto 100% digital com experiências da vida real. Esse tipo de ação traz ainda mais colecionadores, investidores e fãs das possibilidades de investimentos praticáveis em criptomoedas “, observou Lucas Mayer, idealizador do Phonogram.me.

Leia também: Quase 2,000% em 1 semana: Solana network token dispara

Leia também: Quantidade de Ethereum em contratos inteligentes é 31% do total

Leia também: São Paulo fecha o seu maior patrocínio com plataforma de apostas com criptomoedas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp