Corretora de criptomoedas dos EUA é multada em US$ 10 milhões por oferta irregular de valores mobiliários

Corretagem de criptomoedas dos EUA multou US$ 10 por oferta irregular de títulos | Portal Bitcoin

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) anunciou nesta segunda-feira (9) que a troca de criptomoedas Poloniex aceitou pagar mais de 10 milhões de dólares em multas para encerrar um processo administrativo de oferta ilegal de títulos, feito entre os 2017 e 2019 a investidores americanos. O valor será captado em juízo e posteriormente repassado às vítimas.

“A Poloniex operou uma plataforma de negociação online que facilitou a compra e venda de ativos, incluindo ativos digitais que eram contratos de investimento e, portanto, títulos,” lê um excerto da decisão, que mandatou a restituição de 8,5 milhões, multa civil de 1,5 milésimos, além de juros sobre os valores de 400.000, perfazendo 10.388.309,00.

De acordo com Kristina Littman, diretor da divisão de crimes cibernéticos da SEC, quando houve a oportunidade para a Poloniex de buscar os órgãos reguladores para fazer uma oferta dentro das leis norte-americanas, a empresa optou por continuar na ilegalidade. “A Poloniex escolheu lucros maiores em vez de conformidade com as leis federais de valores mobiliários, incluindo títulos de ativos digitais em sua bolsa sem registro”, disse Littman.

Além disso, continuou o diretor, “a Poloniex tentou driblar o regime regulatório da SEC, que se aplica a qualquer mercado que reúna compradores e vendedores de títulos, independentemente da tecnologia aplicada.”

Leia também

Senado chega a acordo que pode anular emendas que ameacem criptomoedas, mas há obstáculos

O regulador dos EUA multa os proprietários do projeto Defi acusado de fraude de 30 milhões

Bitcoin mineiros em risco com novo plano fiscal dos EUA: “Está fechando ou saindo do país”

A Poloniex, uma plataforma que já pertenceu à empresa de pagamentos Circle-de fevereiro de 2018 a novembro de 2019-agora se autodenomina Polo Digital Assets e tem sede em Eden Island, nas Ilhas Seychelles. O Círculo, por sua vez, alegou no mês passado ter tido um prejuízo de 156 milhões de dólares após pagar, em 2018, 400 milhões na Poloniex-uma empresa que nos EUA nem sequer se registrou como bolsa de criptomoedas, citou Coindesk.

Em abril deste ano, o Departamento de Justiça (DoJ) dos EUA autorizou a Receita Federal do país a intimar ambas as empresas em uma ação do órgão que visa cobrar impostos devidos no passado, ou seja, de quem transacionou em pelo menos 20 em criptomoedas entre 2016 a 2020 em solo americano.

Tudo sobre: EUAPoloniexSEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp