Corretor é executado após sofrer prejuízo com Bitcoin em Balneário Camboriú

Corretor corre atrás de sofrer perda com Bitcoin em Balneário Camboriú

Um homem identificado como corretor de valores foi executado a tiros no centro de Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

Júlio Fernando de Andrade Niccioli, de 45 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, no banco do motorista de sua Mercedes Benz pela Guarda Municipal.

De acordo com o portal Diarinho local, Niccioli foi assassinado após sofrer uma lesão com investimentos em Bitcoin.

Conforme informado pelo delegado Ícaro Malveira, da Polícia Civil de Balneário Camboriú, as investigações até hoje sugerem que o assassino estava sendo pressionado por recomendar à vítima a compra de Bitcoin.

Ao que parece, o agente do assassinato estaria devendo dinheiro para a vítima, o que poderia ter motivado o crime.

Um homem de 22 anos, suspeito de matar o morador de Balneário Camboriú, foi detido no Paraná. Sua identidade, no entanto, não foi divulgada.

Com passagens pela polícia por crimes como fraude de documentos públicos e tentativa de homicídio, o homem teria supostamente confessado o crime à polícia.

Detalhes do crime

De acordo com portais de notícias locais, moradores da região onde o corpo de Niccioli foi encontrado acionaram a Guarda Municipal ao perceber que o carro estava parado diante de um imóvel de maneira suspeita desde a noite de quinta-feira.

Os moradores desconfiavam que algo tinha acontecido com o motorista. Em seguida, ao chegar ao local, os agentes encontraram as portas da Mercedes Benz destrancada e a já salva-vidas vítima.

De acordo com testemunhas, os tiros foram ouvidos por volta de 22h quinta-feira. O corpo de Niccioli foi encaminhou ao Instituto Médico Legal (IML) para os convênios.

A namorada da vítima chegou a registrar um Boletim de Ocorrência relatando o desaparecimento de Julius Niccioli.

De acordo com o BO, ele saiu de casa no 22h, acompanhado de um homem que havia se encontrado em agosto. A namorada recontou que a vítima estava realizando investimentos em Bitcoin com este homem.

Além disso, ela relatou que o corretor fez um investimento expressivo de R$ 60 na criptomoeda.

Localizado pela investigação, o homem que acompanhava a vítima informou que não tinha mais contato com ele desde a noite anterior. A polícia segue investigando o caso.

Leia também: Edward Snowden: governos destruirão os cidadãos ‘ poupança com CBDCs

Leia também: A Bundesliga fecha parceria com a Sorare for Fantasy Football Game

Leia também: Outra ’empresa de cryptocurrency’ fecha portas e desespera clientes em Cabo Frio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp