Ethereum 2.0: o que ainda falta para a atualização

Ethereum 2,0: o que ainda falta para a atualização

Um passo importante para o Ethereum 2,0 aconteceu em dezembro de 2020. No entanto, ele é apenas um passo em uma caminhada maior, algo que alguns investidores ainda não sabem sobre. O processo para atualização do Ethereum para um protocolo de comprovação de participação (PoS) ainda demanda algumas fases.

Fase 0 é a que ocorreu em dezembro de 2020, quando o Beacon Chain ganhou vida. Agora, é necessário integrá-lo à rede principal (mainnet), assim como adicionar a sharding.

Quando ocorre a fusão?

Inicialmente, o página oficial do Ethereum 2,0 prevê a fusão entre a Beacon Chain e o mainnet entre 2021 e 2022. Enquanto isso, a atualização já foi adiada algumas vezes, razão pela qual o prazo não está garantido.

Enfim, até então, a Beacon Chain e o mainnet são desenvolvidos separadamente. Esta é a fase atual, na qual os fortes garfos pregarão o mainnet para receber o Beacon Chain, fazendo Ethereum PoS.

Ou quase. Após a fusão entre as duas redes, ainda são necessárias algumas etapas.

Validação e desbloqueio de valores

Enthusiasts surgiram com novidades envolvendo o estaqueamento de Ethereum. Mais precisamente, a alocação de 32 ETH em um contrato inteligente.

A importância do valor mínimo de ETH alocado se dá justamente no momento da fusão entre a Beacon Chain e o mainnet. Uma vez que a mineração não será necessária, são os usuários com ETH destinados ao Ethereum 2,0 que validarão a mudança.

No entanto, os valores ainda serão alocados no protocolo por um tempo após a migração. De acordo com a descrição oficial da atualização, uma migração simples foi de imagens pelos desenvolvedores. Isso envolve, entre outras coisas, retirar funcionalidades extras inicialmente-como o desenho a partir de valores alocados.

Mesmo assim, os desenvolvedores tranquilizam os usuários, informando que a função será implementada logo após a fusão.

Sharding e scalability

Após a migração e inclusão da possibilidade de saque de ETH, ocorrerá a implantação de Sharding. Trata-se de plano para maximizar a escalabilidade do Ethereum 2,0 dividindo a rede em 64 novas cadeias.

Um dos benefícios da Sharding, dizem os desenvolvedores, é a possibilidade de qualquer usuário executar um nó de rede. Com uma visão para a divisão da rede, o processamento de transações ficará mais “leve”, permitindo que dispositivos menos potentes nos operem.

Essa ação contribuirá para a descentralização da rede, de acordo com o site oficial. Além disso, o processo de Sharding será dividido em duas fases.

Durante a primeira implementação, apenas a capacidade da rede será aumentada. Já na segunda fase, novas cadeias criadas poderão executar contratos inteligentes, impulsionando ainda mais a escalabilidade.

No entanto, é importante destacar que a comunidade ainda está discutindo a necessidade desta segunda fase.

Importância de soluções atuais

As atuais soluções de escalabilidade de segunda camada são de grande ajuda para a implementação do Ethereum 2,0. Inicialmente, o processo de Sharding era a prioridade.

No entanto, o surgimento das rollups para melhorar a eficácia do Ethereum fez com que o foco se desloce para a fusão.

Assim, não é errôneo dizer que os esforços de desenvolvimento em mainnet ajudaram, ainda que indiretamente, a implementação do Ethereum 2,0.

Como você pode observar, muito trabalho ainda precisa ser feito em Ethereum para implementar provas de participação. O lado positivo é que, ao mesmo tempo, muito trabalho foi feito para agilizar o processo.

Leia também: Token AXS da Axie Infinity disparou 700% em apenas 30 dias

Ler também: Cardano e 2 outras criptomoedas se preparam para valorizar até 42%

Leia também: Portugal anuncia seu token em parceria com a empresa CHZ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Após banir criptomoedas, China mira o Metaverso

Depois de proibir criptomoedas, China mira Metaverso

Depois que se tornou “destaque” da criptomoeda, a China agora parece que quer exercer o mesmo tipo de pressão no mercado de NFTs e no O Banco Popular da China, PBoC, falou ao National Financial Security Summit sobre sua…

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp