Justiça brasileira vende 28 bitcoins apreendidos pela PF

Justiça brasileira vende 28 bitcoins apreendidos pela PF | Livecoins

A justiça brasileira vendeu cerca de 30 Bitcoins apreendidos pela Polícia Federal a partir de um golpe de pirâmide financeira no Espírito Santo.

Depois de captar recursos de milhares de clientes, TraderGroup foi alvo da Operação Madoff, no ano de 2019. Ao cumprir mandados de busca e apreensão, a PF já havia apreendido criptomoedas de suspeitos, além de páginas de mídias sociais deletadas da pirâmide financeira.

Na justiça brasileira, inúmeros processos judiciais foram movidos por ex-clientes, que agora terão uma esperança de reaver pelo menos uma parte de sua lesão.

Com apoio do mercado de corretagem Bitcoin, a justiça vende 30 moedas apreendidas em scam

Este caso certamente chama a atenção, ao chegar ao desfecho de apreensão e venda de Bitcoins apreendidos pela polícia federal. Para vender os 30 BTCs apreendidos, a corretora brasileira Bitcoin Market foi chamada para ajudar como consultora e intermediadora da venda.

endereco de bitcoin usado por leads tradergroupEndereço de Bitcoin usado pelos líderes do TraderGroup / Reprodução

Na cotação do Bitcoin hoje, o montante chega a cerca de R$ 6,39 milhões apreendidos pela PF no caso, conforme um documento compartilhado com a Livecoins. No entanto, um dos clientes conseguiu realizar na justiça a prisão de 2,18472867 BTC, sendo comercializado apenas 28 Bitcoins (R$ 5,90 mi).

Mas, para vender as moedas na corretora Bitcoin Market, a justiça foi aconselhável a fazer a venda fracionada das moedas, com sorteio de 3 BTCs cada. Qualquer residual seria vendido em uma operação a parte também no livro de licitação.

Como a operação de envio de Bitcoin apreendida em operação para corretoras de mercado é uma prática comum, o Mercado Bitcoin foi então considerado no processo como “longa manus“do judiciário.

Os valores, agora transformados em Real, serão enviados para uma conta judicial, a disposição do juiz que toma conta do caso.

Diretrizes adotadas pela justiça brasileira na venda Bitcoin do golpe de pirâmide / Reprodução

Desde 2020 que a justiça trabalhou para viabilizar essa venda e esta iniciativa pioneira então veio a fruição na quarta-feira (4), quando a última moeda foi vendida no mercado brasileiro.

30 bitcoins

Vale observou que o dinheiro arrecadado com as vendas da justiça brasileira pode ter superado as projeções iniciais de arrecadação de fundos, já que o Bitcoin opera em forte alta desde 2019, quando 30 BTCs valiam cerca de R$ 850 na época da Operação Madoff.

Não está claro tanto quanto as características serão divididas pela justiça, mas o caso certamente mostra que criptomoedas apreendidas em golpes no Brasil podem ser facilmente comercializadas, mesmo com apoio de empresas do próprio mercado e até com um bom lucro.

Para antigos clientes de TraderGroup, a justiça deve avaliar a disposição dos valores, no Real, agora que as moedas apreendidas todas foram vendidas. Torna-se claro que, quem investiu em Bitcoin, não deve ter de volta sua moeda digital.

Siga os Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp