Líder da Gas Consultoria depositou R$ 1,2 bilhão em Bitcoin na maior corretora do mundo

Líder da Consultoria Gás depositou R$ 1,2 bilhões em Bitcoin na maior corretora do mundo | Livecoins

O líder da Consultoria de Gás, Glaidson dos Santos, supostamente captou dinheiro de clientes para suas contas pessoais e, após converter os valores para Bitcoin, depositou o equivalente a R$ 1,2 bilhões na maior corretora do mundo.

Essa nova informação foi revelada pelo Delegado Leonardo Borges, da Polícia Civil do Rio de Janeiro, que investiga as ações da empresa apontadas como um esquema de pirâmide financeira com sede na cidade de Cabo Frio.

Vale a pena notar que as novas informações, reveladas pelo delegado em an entrevista com o Fantastic, mostra que a empresa estava escondendo os valores recebidos dos clientes.

De acordo com o policial civil, os depósitos de clientes estavam indo para contas de pessoas físicas e não da própria empresa. Com essa estratégia ficou mais fácil manipular os valores pelos dirigentes do esquema, que sumiram com a quantia.

Além disso, nos últimos dias, descobriu-se que a esposa de Glaidson, a venezuelana Mirela Zerpa, sacou R$ 1 bilhões em criptomoedas antes de fugir para os Estados Unidos.

Novas informações reveladas sobre líder da Gas Consulting apontam que ele investiu R$ 1,2 bilhões em Bitcoin na maior do mundo corretagem

De acordo com o Fantasticorelatado, a maioria dos valores investidos por clientes da Gas Consulting foi parar nas contas pessoais de Glaidson dos Santos e outros líderes do esquema, todos estes sendo investigados pela polícia federal por fazer parte de uma organização criminosa.

Esta nova informação pode ser reveladora e ajudar a comprovar que a Gas Consulting era um esquema de pirâmide e não uma empresa de investimento, vendo como o dinheiro arrecadado não estava sendo usado em operações para rentabilizar os depósitos, mas sim para os gastos pessoais pelos líderes.

O delegado da polícia civil do Rio de Janeiro esperaria que os clientes da empresa começasse a registrar boletins de ocorrência.

No geral, ele prevê que haverá uma enxurrada de reclamações registradas assim que vítimas descobrirem que foram direcionadas. de um estelionato.

Em resposta, a defensividade do Gás enviou ao Fantástico uma nota simples, negando que Glaidson operaria a partir de suas contas pessoais, além de informar que a empresa não é um esquema de pirâmide.

É possível recuperar criptomoedas judicialmente na maior corretora do mundo?

A maior corretora do mundo em volume é a Binance. Suspeita-se que ela seja a corretora em que os depósitos foram mantidos.

Em qualquer caso, não foi divulgado pelas autoridades o nome da empresa e nem a forma como foi feita a partir do depósito por Glaidson dos Santos, que usou sua conta pessoa física para negociar.

Binance tem um call center exclusivo para autoridades, chamado de “Binance Law Enforcement Request System“. Desta forma, caso as autoridades brasileiras entrem nessa plataforma para solicitar o dinheiro movimentado por Glaidson, o intercâmbio deve ajudar a recuperar os montantes.

O caso de Consultoria de Gás segue sob investigação da Polícia Civil do Rio de Janeiro, da PF e do MPF.

Siga os Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp