Projeto de identidade digital descentralizada na Argentina começa a ser testado

Projeto de identidade digital descentralizado na Argentina começa a ser testado | Livecoins

Um projeto de identidade digital descentralizado sobre blockchain está sendo desenvolvido com ajuda da ONG Bitcoin Argentina e do BID.

Desde 2020, o projeto DIDI já esteve em fase de testes quando o ai-di começou a funcionar. O app “funciona como um transportador de documentos digitais que permite armazenar credenciais vinculadas a dados econômicos, cívicos e sociais“.

O objetivo principal do projeto é ajudar o governo argentino a ter mais ligação com a população, facilitando até mesmo o acesso ao crédito por produtores rurais.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com sede em Washington (EUA), colabora com a parte financeira necessária ao projeto.

O projeto de identidade digital Decentralizado na Argentina começa a ser testado em mais regiões

Na última semana, o Projeto DIDI começou a realizar novos testes com a aplicação de identidade digital descentralizada. Foi anunciado o lançamento oficial de dois projetos de identidade sobre o blockchain, sendo um deles vinculado à gestão do governo digital, na província de Misiones e no município de General Pueyrredon.

O outro lançamento está relacionado com a inclusão financeira de produtores rurais e comunidades indígenas da região de Gran Chaco.

O Diretor de Projetos da DIDI, Javier Madariaga, comemorou o lançamento dos novos testes pelo programa de inovação.

” O Projeto DIDI é um programa que promove o uso da identidade digital auto-soberana em blockchain. Esse modelo tecnológico, altamente inovador em termos de identidade digital, não só garante uma gestão segura e privada de informações pessoais, mas também gera uma redução extremamente significativa nos custos de transação e verificação de informações, que são alguns dos fatores que geram atritos importantes no acesso a bens e serviços nas sociedades modernas “.

Os projetos serão realizados em parceria com o govtech OS City e a Associação Cultural para o Desenvolvimento Integral (ACDI).

Programa piloto forneceu dados interessantes para implantação dos novos testes

O programa piloto do projeto de identidade digital descentralizado, agora bombando em Argentina, proporcionou aos criadores vários dados interessantes. Há alguns dias, uma lei foi aprovada em Misiones para permitir o uso da tecnologia blockchain, fato que ampliou o alcance do projeto.

O DIDI Project Director espera que este modelo de identificação crese, com mais empresas a utilizá-las em seus processos. Ele também espera que a privacidade dos dados pessoais seja melhor com este aplicativo, pioneiro da América do Sul e membro participante da LACChain.

“Nosso objetivo é crescer esse modelo de identidade digital, que mais e mais organizações o utilizem e aplicá-lo em seus processos de trabalho.

Essa tecnologia, um exemplo claro de aproveitamento das vantagens que o blockchain oferece além das criptomoedas, assegura direitos básicos, como a segurança e a privacidade dos dados pessoais, e melhora a vinculação entre indivíduos e instituições”.

Siga a Livecoins on Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp