Província da China corta energia de 26 fazendas de mineração de bitcoin

Província da China corta energia de 26 fazendas de mineração de bitcoins | Portal Bitcoin

As autoridades chinesas na província de Sichuan obrigaram as distribuidoras de energia da região a cortar o fornecimento de 26 fazendas de mineração de bitcoins nesta quinta-feira (18), informou O Bloco.  

Mineiros tiveram que desligar suas máquinas para passar por uma inspeção que deve durar até domingo (20). Na ordem emitida conjuntamente pelo Departamento de Energia da Sichuan e pela Comissão de Desenvolvimento e Reforma, não está claro por que essas instalações estão sendo investigadas.

Os 26 mineiros listados na ordem estão registrados no governo e estão localizados em zonas industriais autorizadas para a atividade. Outro ponto relevante é que essas fazendas são movidas a energia limpa de hidrelétrico. Quando a província de Xinjiang emitiu uma proibição semelhante na semana passada, usou como justificativa o uso de energia fóssil, o que não se aplica no caso de Sichuan.

A província concentra muitas fazendas de mineração porque tem grandes hidrelétricas. Quando inicia a estação chuvosa, a região recebe um grande fluxo de mineiros buscando energia mais barata. Por essa razão, Sichuan é responsável por 10% de todo o poder de hash do ecossistema bitcoin, dados da Universidade de Cambridge.  

Leia também

A demanda por GPUs para mineração Ethereum caiu, de acordo com a fabricante da ASRock

Empresa listada na Nasdaq anuncia venda de mais 10.000 máquinas de mineração Bitcoin

Polícia caça bandidos que atacaram comerciante de bitcoins com spray e roubou 300 em Hong Kong

A proibição de hoje, portanto, sinaliza que os oficiais de diferentes territórios estão seguindo as risadas a repressão defendida pelo governo chinês no mês passado, independente do tipo de energia que os mineiros usam, ou se eles têm registro ou não. A esta taxa, já são quatro províncias que proibiram a mineração no país asiático em pouco mais de uma semana.

Além de interromper as atividades das instalações que cumprem a lei, as autoridades de Sichuan relataram que também irão reprimir as operações de mineiros informais que recebem eletricidade de forma privada.

Antes da proibição hoje, a província de Sichuan era receptivo à mineração de bitcoins, permitindo que dezenas de mineiros se instalem em parques industriais para desfrutar da rede de energia do estado. Esses parques foram criados pelo governo para atrair empresas que ajudariam a consumir energia excessiva e evitar que ela fosse desperdiçada.

No início do mês, no entanto, o Sichuan Energy Bureau, um distribuidor de energia subordinado ao governo chinês, convocou uma reunião com as usinas locais para avaliar qual seria o impacto para a economia da região se fosse para interromper o fornecimento de energia para os mineiros.

Tudo sobre: ChinaMineração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

Portal do Bitcoin Brasil
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Telegram
WhatsApp